EducaPX SitePX AWS Contraste Aumentar/Diminuir a fonte

Vivências do 5A no 2º semestre

Publicado em 18/12/2018 às 16h04

2º SEMESTRE DE 2018– TURMA 5A- PROFªs GRAÇA e TATIANA 

Épocas Trabalhadas / Projetos / Atividades

(Percurso realizado pelo grupo)

 

As crianças da turma 5A, nesse semestre desenvolveram uma noção de pertencimento ao grupo que ajudou nas resoluções de problemas e conflitos que surgiram no dia a dia. Brincam no parque de areia, nos cantinhos em sala e no pátio interno e externo na maior parte do tempo em grupo sem que precisem recorrer a ajuda direta das professoras para mediar os seus conflitos. Eles são atentos ao que acontece a sua volta trazendo temas e assuntos do nosso cotidiano para serem tratados e adicionados ao nosso trabalho. Um exemplo disso foi à comemoração de halloween, o que é, e porque o mesmo é comemorado. Na roda de conversa as crianças trouxeram esse assunto, pois os meios de comunicação estavam falando sobre essa data. Então falamos sobre o assunto com perguntas como de onde veio essa data, onde se comemora e o que se comemora, e se aqui na nossa cultura tínhamos esse hábito de comemorar esse dia. Fizemos uma breve pesquisa na internet e disseram que era mais ou menos como a cuca, o saci Pererê, e outros personagens da nossa cultura.

Nesse segundo semestre gostaram e participaram com entusiasmo dos projetos vivenciados: Folclore, onde fizemos leituras de livros sobre lendas, parlendas, trava-línguas, costumes populares, assistiram a vídeos, ouviram e cantaram músicas. Gostaram e pediram para assistir várias vezes algumas lendas, em especial a do Saci Pererê, que faz parte da nossa cultura.

No Projeto Etnia começamos apresentando os bonecos que fizeram parte do nosso cotidiano. Falamos para as crianças que receberíamos dois visitantes que viriam do continente africano. Logo queriam saber de que país eles viriam, pois, o continente é muito grande. Dissemos que eles viriam do Zâmbia, então queriam saber um pouco sobre esse país, fizemos algumas pesquisas a esse respeito na internet. Quando os bonecos chegaram perguntaram pelos nomes, dissemos que eles que iriam escolher. Lemos uma relação de nomes africanos e seus respectivos significados. Escolheram por meio de votação os nomes Badu para a boneca que significa “poderosa” e Kamau para o boneco que significa “guerreiro”. Por ocasião dessa vivência (escolha dos nomes), as crianças perguntaram se só os nomes de origem africana tinham significados. A partir dessa indagação fizemos a pesquisa pelo celular, sobre o significado dos nomes das crianças e mandamos para casa uma pesquisa sobre a escolha dos nomes das crianças por parte dos responsáveis. Surgiu então uma preocupação, onde os bonecos iriam ficar no final de semana? Dissemos às crianças que a cada final de semana alguém iria levar eles para cuidar e conhecer as famílias. Ficaram muito contentes e ansiosas esperando sua vez de leva-los. Outras vivências foram propostas como leitura de histórias africanas, vídeos sobre o tema, imagens de personalidades negras, músicas, instrumentos musicais, realização de roda de conversa sobre o tema, localização do continente Africano, pesquisa na internet sobre outros países do continente africano,  sala temática com objetos que remetem à África, obras de arte, confecção de máscara africana, desenhos de observação, imaginação e memória, entre outras vivências. Nosso Projeto Etnia teve encerramento com uma grande celebração com a comunidade onde nossas crianças mostraram, através do desfile da beleza afro, exposição dos trabalhos realizados pelas crianças e a dança do jongo (dança escolhida pelas crianças, depois de pesquisas realizadas) no qual se apresentaram com a turma do 5D, um pouco mais sobre esse continente tão importante e nossas vivências realizadas sobre ele.

 Nossas vivências com música se materializaram com a montagem de nosso Parque Sonoro, local para despertar nas crianças a vontade de experimentar novos sons sem a formalidade de fazer música. Todos participaram da criação, os pais e responsáveis doaram diversos objetos, as crianças confeccionaram “instrumentos” e ajudaram na montagem do mesmo.

 

No Projeto Alimentação fizemos discussões a respeito do papel dos alimentos em nosso corpo e sua importância na nutrição e manutenção do nosso organismo. Esse projeto foi vivenciado por meio de pesquisas em livros internet, vídeos, músicas entre outras vivências. A composição do prato por parte das crianças, teve um debate quase que diário, pois alguns têm muita resistência em provar os alimentos que não conhecem. Para isso conversamos sobre o cardápio oferecido no dia, que fica afixado no refeitório, e seu consumo. Em conjunto fizemos uma pesquisa alimentar com as famílias e para nossa surpresa a grande maioria das crianças utiliza a colher e muitas vezes comem com auxílio de um adulto, mais que a metade da sala faz uso de chupeta e mamadeira o que prejudica uma alimentação adequada, formação da arcada dentaria, prejudicando os dentes e comprometendo a fala.

 

Enfatizamos o trabalho de higiene pessoal, como lavar as mãos após utilizar o banheiro e antes das refeições, na escovação o cuidado com os dentes e a forma como escová-los, de modo que tenha uma saúde bucal adequada. Para isso usamos recursos como vídeos educativos, escovação orientada e vivências com o tema. Como resultado, as crianças estão agindo com mais autonomia e diminuíram o desperdício de água durante os cuidados com a higiene.

 

Na semana da criança tivemos vivências diversificadas baseadas nas preferências e escolhas feitas pelas crianças. As vivências realizadas foram cantinhos diversificados com a cama elástica, sessão curta-metragem com pipoca, sessão simultânea de leitura onde elas escolheram qual história queriam ouvir, oficinas de massinha de modelar, pintura, suco e geladinho natural, baile a fantasia e piquenique. Participaram com grande prazer e alegria. Até perguntaram se essas vivências poderiam se repetir mais vezes no ano.

 

A participação das crianças nas aulas-passeios foi satisfatória, ampliando assim seu repertório cultural. Fomos ao Circo Spacial e ao Planeta Inseto. Nesses espaços elas mostraram interesse, fazendo perguntas, levantando hipóteses, argumentando e respondendo a questões sobre os temas. Foi muito enriquecedor. Na aula-passeio ao Circo Spacial a maioria das crianças gostou dos palhaços e dos trapezistas, e claro da pipoca e do refrigerante!

 

O Projeto Leitura em Casa permaneceu com seus empréstimos todas as sextas-feiras. No segundo semestre trocamos os livros para que as crianças tivessem a oportunidade de vivenciar novas histórias e continuar o interesse pela leitura juntamente com a família desfrutando de um momento único. Quando o livro retorna na segunda-feira, todos trocam informações através da roda de conversa sobre a leitura realizada em casa. Observamos que grande maioria das crianças relata ter gostado da história e pede para ouvi-la mais de uma vez. Percebemos que as famílias participam e incentivam as crianças lendo e devolvendo o livro na data combinada.

 

A presença dos familiares em nossos eventos nesse segundo semestre foi razoável, pois em alguns tivemos pouca participação dos mesmos, como a Comemoração pelos 25 anos da EMEI e reunião de pais.  É importante que para o próximo ano essa presença seja mais efetiva.

 

 Desejamos a todos um feliz 2019!

 

Enviar comentário

voltar para 5A- Professoras Graça e Tatiana

left show tsN fwR fsN|left fwR tsN|left show fwR tsN|bds b05|||news c05|fsN fwR normalcase c05 tsN|b01 c05 bsd|login news fwR normalcase c05|tsN fwR c05 normalcase|normalcase fwR c05|content-inner||