EducaPX SitePX AWS Contraste Aumentar/Diminuir a fonte

5F- Professoras Léia e Daniela

Vivências 1º semestre- 5F

Publicado em 06/07/2018 às 14h39

  

A turma do InfantiI I -5F é formada por trinta e uma crianças, sendo quinze meninas e dezesseis meninos.  O período de adaptação foi um momento muito importante de descobertas onde cada uma delas demonstravam suas emoções de formas diferentes. Nesse período houve a preocupação em transmitir as crianças afeto, segurança e um ambiente acolhedor.  Realizamos passeios pela escola para o conhecimento dos espaços, apresentação das pessoas que fariam parte de seu convívio, uso da cama elástica, piscina de bolinha, brincadeiras de roda, cantinhos temáticos do brinquedo, peças de montar.

  Alguns projetos foram realizados no decorrer desse semestre e, que possibilitaram às crianças a construção do conhecimento, proporcionando momentos de troca e autonomia.

Todas as sextas-feiras realizamos o empréstimo de livros cuja finalidade é incentivar nas famílias e crianças o comportamento leitor. Nas segundas-feiras realizamos uma roda de conversa onde as crianças contam sobre a leitura que fizeram, quem leu para elas, entre outras informações. Infelizmente, em alguns casos as famílias não têm realizado as leituras prejudicando assim o andamento deste projeto.

O projeto alimentação busca despertar em nossas crianças os bons hábitos alimentares e a oportunidade de experimentarem novos alimentos, principalmente frutas, verduras e legumes ou a culinária de determinada região ou cultura. Nossa turma almoça assim que chega à unidade, por isso a maioria se alimenta em pequenas quantidades, relatando sempre que se alimentaram em casa. Há casos em que nem sequer colocam os alimentos no prato ou provam apenas um ingrediente como o arroz. Estamos progredindo no uso dos talheres, principalmente da faca.

No início desse semestre realizamos atividades de escovação orientada e assistimos vídeos educativos sobre o tema. Acompanhamos cada criança e temos visto bons rendimentos. Ainda há casos de desperdício de água devido a distrações entre os colegas ou brincadeiras, mas com as devidas orientações a postura tem mudado a cada dia. Nos meses de março e maio, recebemos a visita da equipe de dentistas da U.B.S. Jardim Souza que realizou a avaliação da dentição da turma e os casos que necessitaram de algum tipo de tratamento foram encaminhados para o Mutirão da Saúde Bucal ou para tratamento direto na U.B.S.

No mês de fevereiro, além da adaptação, o cuidado de si e do outro se fez muito presente. Os cuidados pessoais e do ambiente são ações realizadas sistematicamente como: lavar as mãos antes das refeições e após o uso do banheiro,arrumar os cabelos, trocar a roupa após alguma intercorrência, escovar os dentes, limpar o nariz, conhecer seu corpo e suas funções, cuidar de si e do outro, de seus pertences e do espaço em que está inserido. Houve a confecção de um cartaz com os nomes das crianças, músicas e o manuseio dos crachás foram instrumentos que fizeram parte desse processo. O carnaval foi um dos temas trabalhados com as crianças através de rodas de conversa, músicas, vídeos e imagens e finalizamos com um grande baile onde a alegria se fez presente.

No mês de março realizamos algumas vivências para desenvolver nas crianças atitudes de pertencimento ao grupo e a importância de respeitar combinados e regras para um convívio harmonioso e respeitoso. Para isso recorremos às rodas de conversa e brincadeiras com uso de jogos cooperativos e comprimentos de regras como morto-vivo, corre-cutia, passar por cima ou por baixo da corda, rodas cantadas, carrinho de mão, cambalhota, batata-quente, etc. Este mês foi mais curto devido à greve.

     No mês de abril, demos início aos estudos sobre a Cultura Indígena que foi trabalhada através de rodas de conversa, vídeos, músicas, leitura de história, instrumentos musicais, pinturas entre outros. Realizamos a leitura da lenda da mandioca, onde as crianças puderam conhecer um pé de mandioca e fizeram a degustação desse alimento. Houve também a leitura de uma lenda indígena de como nascem as estrelas, nessa história aparece uma plantação de milho que despertou nas crianças o interesse por esse alimento. A partir daí eles tiveram contato com o milho, puderam manuseá-lo, fizeram um desenho de observação e com a colaboração de alguns pais pudemos fazer uma receita de pipoca para alegria das nossas crianças. Nossa intenção foi mostrar para as crianças como essa cultura nos influência e sua importância na nossa vida no passado e no presente. Finalizamos as vivencias com o Dia da Família na Escola, cujas oficinas foram destinadas a cultura indígena e as atividades desenvolvidas com as crianças durante o período.

Durante os meses de Maio e Junho realizamos as vivências da cultura Junina com brincadeiras tradicionais, seja no campo dirigido ou nos cantinhos, artes através de desenhos de observação e na apreciação e confecção de obras com o tema. Também experimentamos pratos típicos da época na culinária e conhecemos várias músicas do repertório junino. No dia da nossa festa junina as crianças apresentaram a música Bandeiras Coloridas. As famílias adoraram e até dançaram junto.

Temos que ressaltar que o brincar seja na sala ou no pátio, foi priorizado em todas as vivências; com diversos materiais para estimular o poder de criação, esse momento é muito prazeroso, pois é a partir dele que a criança explora seu potencial criador e se desenvolve de forma ampla.

 Também é importante relatar que Cultura da Paz norteia o nosso trabalho, mostrando sempre que o diálogo é um instrumento mediador de conflitos sem violência. O trabalho com as crianças é pautado em desenvolver relações afetivas de amizade, carinho e vivenciar experiências de aprendizagens significativas.

Boas Férias!

Professoras Léia e Daniela

 

 

Comentários (0) e Compartilhar

Quadro da Fogueira

Publicado em 22/06/2018 às 09h55

A fogueira, peça importante nas celebrações juninas, foi tema da confecção de um quadro pela turma.

Inicialmente, realizamos rodas de conversa sobre a fogueira, sua importancia e artistas que pintaram obras com esse elemento em destaque.

Em outro momento, a confeccionou o fogo e por ultimo a colagem da lenha, feita de palitos de fósforo e do fogo, anteriormente confeccionado pela turma.

Olha só quanta criatividade e beleza!

 

Comentários (0) e Compartilhar

Vivencias Juninas: Corrida do Ovo na Colher

Publicado em 22/06/2018 às 09h36

No campo dirigido, nossa turma participou da " Corrida do Ovo na colher", brincadeira tradicional das festas juninas, mas adaptado com uma batata, alimento tradicional nas nossas mesas e muito querido por nossas crianças.

O resultado não poderia ser outro: Muita agilidade, alegria e diversão!

Comentários (0) e Compartilhar

Roda de Conversa: O Milho Verde

Publicado em 22/06/2018 às 09h22

Nessa atividade realizamos uma roda de conversa sobre o Milho Verde, alimento tradicional das festas juninas.

As crianças tiveram a oportunidade de manuseá-lo de duas formas: sem a casca, a forma mais comum, e com as palhas , onde a turma pode manusear e sentir a textura, cheiro e formato das duas versões.

 

Comentários (0) e Compartilhar

Bolhas de Sabão

Publicado em 31/05/2018 às 10h57

Nossa turma aproveitou a tarde de sol para se aquecer e brincar no campo dirigido com as Bolhas de Sabão.

No início do ano percebemos que algumas crianças não sabiam manusear os instrumentos, nem assoprar para fazer as bolhas, mas com o auxílio da professora e de alguns colegas que já conheciam o brinquedo, já vimos grandes resultados e muita alegria no rosto de todos!

Comentários (0) e Compartilhar

Pintura em Tela

Publicado em 31/05/2018 às 10h31

Um momento muito divertido e querido pelas crianças é quando trabalhamos com tinta!

Com ela podemos despertar a criatividade e a coordenação motora dos nossos pequenos artistas.

Nessa atividade iniciamos a confecção de um quadro e pintamos primeiramente o  fundo, em breve teremos mais fotos sobre as obras de cada um. Aguardem!

 

Comentários (0) e Compartilhar

Vivências do 1º bimestre- 5F

Publicado em 02/05/2018 às 10h23

           A sala do InfantiI I -5F é formada por trinta e uma crianças, sendo quinze meninas e dezesseis meninos.  O período de adaptação foi um momento muito importante de descobertas onde cada uma delas demonstravam suas emoções de formas diferentes. Nesse período houve a preocupação em transmitir as crianças afeto, segurança e um ambiente acolhedor.  Realizamos passeios pela escola para o conhecimento dos espaços, apresentação das pessoas que fariam parte de seu convívio, uso da cama elástica, piscina de bolinha, brincadeiras de roda, cantinhos temáticos do brinquedo, peças de montar.

         Alguns projetos foram realizados no decorrer desse bimestre e, que possibilitaram às crianças a construção do conhecimento, proporcionando momentos de troca e autonomia.

Todas as sexta-feiras realizamos o empréstimo de livros cuja finalidade é incentivar nas famílias e crianças o comportamento leitor. Nas segundas-feiras realizamos uma roda de conversa onde as crianças contam sobre a leitura que fizeram, quem leu para elas, entre outras informações. Infelizmente, em alguns casos as famílias não têm realizado as leituras.

O projeto alimentação busca despertar em nossas crianças os bons hábitos alimentares e a oportunidade de experimentarem novos alimentos, principalmente frutas, verduras e legumes ou a culinária de determinada região ou cultura. Nossa turma almoça assim que chega à unidade, por isso a maioria se alimenta em pequenas quantidades, alegando sempre que se alimentaram em casa. Há casos em que nem sequer colocam os alimentos no prato ou provam apenas um ingrediente como o arroz. Estamos progredindo no uso dos talheres principalmente da faca.

No início desse semestre realizamos atividades de escovação orientada e assistimos vídeos educativos sobre o tema. Acompanhamos cada criança e temos visto bons rendimentos. Ainda há casos de desperdício de água devido a distrações entre os colegas ou brincadeiras, mas com as devidas orientações a postura tem mudado a cada dia.

No mês de fevereiro, além da adaptação, o cuidado de si e do outro se fez muito presente. Os cuidados pessoais e do ambiente são ações realizadas sistematicamente como: lavar as mãos antes das refeições e após o uso do banheiro, arrumar os cabelos, trocar a roupa após alguma intercorrência, escovar os dentes, limpar o nariz, conhecer seu corpo e suas funções, cuidar de si e do outro, de seus pertences e do espaço em que está inserido.

Houve a confecção de um cartaz com os nomes das crianças, músicas e o manuseio dos crachás foram instrumentos que fizeram parte desse processo. O carnaval foi um dos temas trabalhados com as crianças através de rodas de conversa, músicas, vídeos e imagens e finalizamos com um grande baile onde a alegria se fez presente.

No mês de março realizamos algumas atividades para desenvolver nas crianças atitudes de pertencimento ao grupo e a importância de respeitar combinados e regras para um convívio harmonioso e respeitoso. Para isso recorremos às rodas de conversa e brincadeiras com uso de jogos cooperativos e comprimentos de regras como morto-vivo, corre cotia, passar por cima ou por baixo da corda, rodas cantadas, carrinho de mão, cambalhota, batata-quente, etc. Este mês foi mais curto devido à greve.

                  No mês de abril, demos início aos estudos sobre a Cultura Indígena que está sendo trabalhada em rodas de conversa, vídeos, músicas, leitura de história, instrumentos musicais, pinturas entre outros. Realizamos a leitura da lenda da mandioca, onde as crianças puderam conhecer um pé de mandioca e fizeram a degustação desse alimento. Houve também a leitura de uma lenda indígena de como nascem as estrelas, nessa história aparece uma plantação de milho que despertou nas crianças o interesse por esse alimento. A partir daí eles tiveram contato com o milho, puderam manuseá-lo, fizeram um desenho de observação e com a colaboração de alguns pais pudemos fazer uma receita de pipoca para alegria das nossas crianças. Nossa intenção foi mostrar para as crianças como essa cultura nos influência e sua importância na nossa vida no passado e no presente.

        Temos que ressaltar algumas atividades que foram realizadas no decorrer desse bimestre como: Desenho como forma de expressão, manuseio de livros, dramatização, colagem e confecção de cartazes na sala, identificação do nome, contagem de crianças e objetos,  identificação de cores.   Destacamos o brincar na sala ou no pátio, com diversos materiais para estimular o poder de criação, esse momento é muito prazeroso, pois é a partir dela que a criança explora seu potencial criador e se desenvolve de forma ampla.

            A Cultura da Paz norteia o nosso trabalho, mostrando sempre que o diálogo é um instrumento mediador de conflitos sem violência. O trabalho com as crianças é pautado em desenvolver relações afetivas de amizade, carinho e vivenciar experiências de aprendizagens significativas.

                   Agradecemos a colaboração de vocês nesse primeiro bimestre o respeito, a confiança e o carinho durante o nosso contato.

         Obrigada pela  parceria nesse primeiro bimestre! 

Comentários (0) e Compartilhar

Pintura de rosto : Os Munduruku

Publicado em 26/04/2018 às 22h25

Continuando nossas vivências sobre a cultura Indígena. Desta vez, conhecemos os Munduruku, moradores, em sua maioria, no Estado do Pará.

Através de rodas de conversa e vídeos conhecemos seus costumes e realizamos a leitura do livro " Kabá Darebu" de Daniel Munduruku, que nos ensinou  muito sobre a valorização da cultura e do legado do povo Munduruku .

Para fechamos a sequência, a turma fez  pinturas faciais como as dos Munduruku. Em duplas, cada um fez a pintura no colega. A pintura facial dos Munduruku enaltece as linhas nos rostos e a cor preta. Na nossa vivência, as crianças ficaram à vontade para escolher a cor que iriam usar no seu rosto.

Nossas crianças adoraram a experiência!durante

 

 

 

Comentários (0) e Compartilhar

A Hora do Almoço

Publicado em 26/04/2018 às 21h57

Quem disse que " A hora do almoço é a hora mais feliz" acertou em cheio.

Em nossa unidade nosso projeto alimentação saudável conta com a oportunidade das nossas crianças almoçarem no regime Selfie - Service ,onde elas podem se servir, sendo acompanhadas pelos educadores da unidade e tendo a oportunidade de experimentar, as vezes em pequenas quantidades, alimentos saudáveis e nutritivos que são servidos diariamente.

O resultado é uma experiencia alegre, compartilhada, incentivadora e muito gostosa!

Comentários (0) e Compartilhar

left show tsN fwR fsN|left fwR tsN|left show fwR tsN|bds b05|||news c05|fsN fwR normalcase c05 tsN|b01 c05 bsd|login news fwR normalcase c05|tsN fwR c05 normalcase|normalcase fwR c05|content-inner||