EducaPX SitePX AWS Contraste Aumentar/Diminuir a fonte

Vivências do 5F (2º semestre)

Publicado em 18/12/2018 às 16h14

2º SEMESTRE DE 2018– TURMA 5F- PROFªs LÉIA e DANIELA 

Épocas Trabalhadas / Projetos / Atividades

(Percurso realizado pelo grupo)

No segundo semestre houve um amadurecimento significativo no perfil da turma, o sentimento de pertencer ao grupo e as relações entre as crianças se fortaleceram. Trata-se de uma turma coesa, ciente dos combinados na rotina da escola, mais atentos com seus pertences e interessados nas propostas realizando as vivências com bastante envolvimento. Demos continuidade em alguns projetos e outros novos foram inseridos no decorrer desse semestre, que possibilitaram às crianças a construção do conhecimento, proporcionando momentos de troca e autonomia.

 Iniciamos já no mês de julho, nosso Projeto Etnia apresentando os bonecos negros às crianças que democraticamente escolheram seus nomes e países de origem. A turma do 5F escolheu Penha para batizar o menino e Keli, a menina. Penha, significa amado e Keli enérgica. Ambos nasceram em Angola e vieram passar o semestre conosco. Outro fator muito importante em relação a chegada dos bonecos são os laços de amizade que as crianças criaram com eles, no cuidado diário na escola e ao levá-los para casa. Os desenhos feitos pelas crianças e os relatos com a participação de toda a família ficaram lindíssimos e muito ricos.

      Mostramos às crianças as várias realidades da África e a grandeza de sua história que se difunde com a do nosso país seja na culinária, na música, na dança, na arte e nos hábitos. Cada um desses aspectos foi exaltado em vivências na escola. Dentre essas vivências, conhecemos diferentes personalidades negras e afrodescendentes que tiverem ou ainda têm destaque no cenário brasileiro e mundial e suas contribuições. Dentre estas personalidades podemos citar:  Martin Luther king, André Rebouças e as princesas africanas Sarah Culberson, Elizabeth Bagaya e Akousa Busia. Na música e na dança, eles puderam perceber a influência africana nas batidas dos instrumentos e nos estilos de danças como, por exemplo, o “Kuduro”.

         Na Arte, obras de artistas negros foram expostas para as crianças, que puderam desenhá-las e recriá-las de acordo com suas percepções. A turma mostrou forte interesse pela sequência de filmes do “Kiriku”, a partir do filme surgiram várias discussões sobre a cultura, a música e vestimentas que proporcionaram diversas experiências seja nos desenhos ou nas esculturas de argila feitas pelas crianças.

        No mês de agosto iniciamos o projeto de implantação de um Parque Sonoro. Inicialmente trabalhamos sons do cotidiano e suas intensidades, diferentes instrumentos musicais, incluindo instrumentos africanos e conhecemos autores consagrados da música clássica como Antônio Vivaldi. Utilizamos alguns instrumentos musicais como: pandeiros, chocalhos, flauta, tambor para acompanhar ritmos e criar batidas para expressar as criações das crianças. Destacamos a produção de sons corporais para acompanhar os diversos gêneros musicais sempre atentos à harmonia, exemplo disso foi acompanhar a música “We Will Rock You” da banda Queen batendo palmas e batendo na mesa.

      No Projeto alimentação dividimos os alimentos naturais em meses para que a turma pudesse aprender de forma detalhada cada um deles e contextualizando ao seu dia-a-dia. No mês de agosto trabalhamos as frutas e demos destaque a conhecermos o Kiwi, fruta pouco apreciada nas casas dos brasileiros devido seu sabor diferenciado e seu alto custo. Nessa experiência as crianças puderam também degustar a fruta e vimos boas reações da turma. Em setembro trabalhamos as verduras e encerramos com uma vivência na cozinha experimental da nossa escola com uma receita de torta de espinafre, que foi apreciada e aprovada por todas a crianças. Nos meses de outubro e novembro trabalhamos os legumes e grãos e realizamos o plantio do rabanete. Foi uma experiência muito importante para a turma, pois puderam conhecer os processos para plantação e espera até a colheita e degustação do legume. Por fim em dezembro, finalizamos nosso projeto com a visita a um Sacolão da região para que as crianças pudessem unir todas a vivências do semestre, além de poderem conhecer sua região e os comércios que fazem parte dela.

    Entre o mês de agosto e setembro aconteceu o Conselho Mirim que consiste em pequenas assembleias na sala com as crianças e a gestão escolar, onde as crianças tiveram o direito de expor suas ideias e sugestões sobre quais brincadeiras deveriam ser pintadas no pátio externo. Foi uma forma de ouvir e permitir que elas exerçam a cidadania, participando efetivamente de algumas decisões tomadas na EMEI.

    No mês de setembro foi realizado um grande evento na EMEI, o aniversário de 25 anos do Salomão Jorge. Foi um evento que contou com a participação da comunidade escolar, ex funcionários e parcerias do nosso entorno. No muro da EMEI grafitamos os desenhos das crianças representando os projetos e ações da nossa escola, resultando numa festa linda!

       Em outubro, tivemos uma programação toda pensada em comemorar a semana da criança resultando em inúmeros momentos alegres que vivenciamos. Nos divertimos com curta e pipoca, dançamos muito no nosso baile a fantasia com luzes especiais, adoramos a experiência da sessão de leitura simultânea onde cada criança teve oportunidade de escolher em qual gostaria de participar. Teve o piquenique coletivo, a visita do teatro a nossa EMEI, a aula passeio ao Circo Spacial entre outras vivências. Cada vez mais, percebemos que o melhor que podemos oferecer às nossas crianças tem a ver com o tempo que dedicamos a eles e a nossa disponibilidade para ouvi-los e conhece-los de verdade!

       Em novembro começamos a oferecer as crianças vivências relacionadas ao teatro na educação infantil, proporcionado oportunidades de estruturar o faz de conta com brincadeiras e objetos de incentivo a fim de ampliar as possibilidades de expressões e criatividade das nossas crianças. Em dezembro tivemos a festa Afro Cultural uma forma de concluir o projeto Etnia, com apresentações culturais das crianças como, desfile, danças e capoeira, troca de experiências sobre as visitas dos bonecos negros aos lares, além da apreciação das produções realizadas durante o segundo semestre.

      O trabalho com as crianças é pautado em desenvolver relações afetivas de amizade e carinho valorizando as diferenças e vivenciando experiências de aprendizagens significativas. Finalizamos esse ano com a sensação de dever cumprido! Ao olharmos para trás, é possível analisarmos o quanto as crianças amadureceram nesse ano, tornando-se mais sensíveis em relação ao cuidado com o outro, a ter voz e poder expressando suas opiniões e ouvindo os colegas. Temos um caminho longo pela frente, mas caminhamos com a certeza de que nossas crianças estão sendo preparadas para atuar como pequenos cidadãos tocando os que estão à sua volta com curiosidade e coragem.   

Desejamos boas festas e boas férias!

Enviar comentário

voltar para 5F- Professoras Léia e Daniela

left show tsN fwR fsN|left fwR tsN|left show fwR tsN|bds b05|||news c05|fsN fwR normalcase c05 tsN|b01 c05 bsd|login news fwR normalcase c05|tsN fwR c05 normalcase|normalcase fwR c05|content-inner||