EducaPX SitePX AWS Contraste Aumentar/Diminuir a fonte

6A- Professoras Marília e Luciana

Vivências do 6A (2º semestre)

Publicado em 18/12/2018 às 16h16

Épocas Trabalhadas / Projetos / Atividades

(Percurso realizado pelo grupo)

     O segundo semestre nos mostrou uma turma muito amadurecida. Um grupo mais consciente de suas pequenas responsabilidades na rotina da EMEI, mais cuidadosos com seus pertences e com os objetos de uso coletivo e mais interessados nas vivências oferecidas, conseguindo inclusive fazer relação com o universo deles.

      A grande maioria chegou aos 6 anos durante o ano letivo! Comemoramos com muitos bolos, entoando “parabéns” a cada criança que atingia essa marca. Com uma turma tão unida, foi emocionante ver a alegria de cada um deles ao poder compartilhar com os amigos a tão esperada data. Além disso, com tantos números entre idade, dias, meses, ano, contagem regressiva, nosso Projeto de Linguagem Matemática ganhou força e se fez presente quase que diariamente em nossa rotina.

      Iniciamos já no mês de julho, nosso Projeto Etnia apresentando os bonecos às crianças e democraticamente escolhendo seus nomes e países de origem. A turma do 6A escolheu Muenda para a batizar o menino e Latasha, a menina.

      Muenda, significa ‘amigo’ e Latasha  significa ‘presente’.

      Muenda veio da Nigéria e Latasha  do Chade.

      As crianças escolheram esses países após terem contato com diversas imagens de países que compõe o continente africano como animais, bandeiras, capitais, cidades turísticas, costumes, pessoas, vestimentas e linguagem. Esse contato possibilitou também as crianças fazerem relações com nosso país, nosso Estado, nossa cidade, nossa comunidade, amigos e família. 

      Mostramos as várias realidades da África e a grandeza de sua história que se difunde com a do nosso país seja na culinária, na música, na dança, na arte e nos hábitos. Cada um desses aspectos foi exaltado em vivências na EMEI. E essas vivências contribuem para um olhar de respeito às nossas raízes.

      Na música e na dança, eles puderam perceber a influência africana nas batidas dos instrumentos e no ritmo do samba. Conseguimos confeccionar alguns instrumentos e observar através de vídeos as utilidades possíveis também ampliando nosso repertório para construção do Parque Sonoro, que é o mais novo Projeto da EMEI. Para que a experiência musical fosse mais significativa, construímos instrumentos em sala, como chocalhos e tambores, que ficaram disponíveis para serem tocados e explorados pelas crianças, além de panelas, colheres e potes enviados pelos pais para contribuírem com nosso Projeto.

      Na Arte, obras de artistas negros foram lidas e expostas para as crianças semanalmente, onde puderam observar cores, traços, desenhos e sinais.

      Esse é um projeto de grande valia social e que desperta a conscientização do respeito e vivência das nossas origens africanas. As crianças da turma do 6A se envolveram em cada etapa, mostrando-se empolgadas com as descobertas que eram feitas. Sentimos o apoio das famílias ao lermos os relatos da visita dos bonecos e ficamos muito felizes pela reposta positiva!

      Outro tema presente nesse semestre foi o Folclore. Lemos para as crianças as histórias mais famosas como Saci-Pererê, Cabra Cabriola, Lobisomem, Mula sem Cabeça e Boi Bumbá. Este último foi muito comemorado pelas crianças que gostaram de dançar com o Boi que construímos.

      Em setembro realizamos nossa aula-passeio ao Parque do Ibirapuera no Projeto Aventura Ambiental onde as crianças entraram em contato com a diversidade da fauna e da flora do parque, investigando as pequenas flores com lupas, escutando o canto dos diversos pássaros e observando as árvores. As fotos registradas nesse dia e postadas no site da EMEI mostram o quanto as crianças gostaram.

      O mês das crianças também merece destaque no semestre. Nos divertimos com filmes enquanto comemos pipoca, dançamos muito na nossa baladinha com luzes especiais, adoramos a experiência na fabricação de amoeba e geladinho de suco natural. Também fizemos algumas gincanas em interação com o 6B. Realizamos a dança das cadeiras e da laranja e enchemos as garrafas com líquidos coloridos. Todos gostaram das brincadeiras e participaram com muito entusiasmo.

     Trabalhamos com o desenho cultivado: essas atividades têm como objetivo estimular e ampliar a criatividade e a imaginação da linguagem do desenho, para isto, foi trabalhado desenho de memória, algo que eles já vivenciaram desenho de observação, expor algo e desenhar, desenho de imaginação, desenhar algo que eles imaginam, real ou não.

       Demos continuidade ao Projeto Alimentação Saudável, incentivando a autonomia e o uso de talheres, o prato de vidro e a participação na escolha e a composição do prato com variedade de alimentos. Observamos que não temos tanto desperdício alimentar e houve uma maior aceitação de legumes, verduras e frutas, tendo poucas crianças com resistência a experimentar novos sabores. Realizamos também, neste semestre, uma pesquisa alimentar junto às famílias, onde tabulamos as respostas e obtivemos resultados variáveis dos hábitos alimentares das crianças. A primeira questão foi quais alimentos as crianças mais gostam de comer, sendo o campeão o arroz, em segundo o feijão e em terceiro a carne. Em contrapartida, os alimentos que não gostam de comer, quem ganhou foi a verdura, seguida dos legumes e a cenoura. Outra questão levantada e que nos chamou a atenção foi quais utensílios usados em casa para comer, sendo a campeã, a colher. Essa informação nos causou estranheza porque aqui na EMEI, um dos objetivos é incentivar as crianças a comerem de garfo e faca, tendo todos eles, aprendido esta prática.

       Demos continuidade ao trabalho com a higiene pessoal, apresentando vídeos educativos, mostrando a importância da higiene e o modo adequado do cuidado com os dentes e como a escovação correta resulta em uma saúde bucal adequada.

      O Projeto Leitura em casa aconteceu com livros diferentes do primeiro semestre. Percebemos as crianças mais interessadas e responsáveis com a data de devolução e com o manuseio dos livros. A importância e os benefícios do convívio com a leitura são assuntos recorrentes em nossa EMEI.

      Finalizamos esse ano com a sensação de dever cumprido! Ao olharmos para trás e analisarmos o quanto as crianças evoluíram nesse último ano de educação infantil, temos certeza de que, muito mais do que prepará-los para o ensino fundamental, nós os preparamos para o mundo real. Para a sociedade da qual eles fazem parte como pequenos cidadãos, curiosos e desbravadores! 

  

      Desejamos boas festas e boas férias!

 

 

Comentários (0) e Compartilhar

Atividades da nossa rotina diária!

Publicado em 04/12/2018 às 18h02

"Existem animais que não existem de verdade,

Só quando a gente sonha ou quando imagina

O unicórnio corre toda noite pra você,

Enquanto a sereia vem nadando pra te ver

De vez em quando eu penso que falei com um dragão,

Mas vem logo a fadinha e aperta a minha mão

E diz que embaixo dessa cama não há o que temer,

Mas eu prefiro não me levantar para saber

Alô, bicho papão, venha pra cá, me dê a mão

Pois quando anoitecer montado num cavalo alado eu vou te achar engraçado"

 

 

 

 

Comentários (0) e Compartilhar

Aula Passeio - Museu Afro Brasileiro

Publicado em 04/12/2018 às 17h55


Inaugurado em 2004, a partir da coleção particular do Diretor Curador Emanoel Araujo, o Museu Afro Brasil construiu, ao longo de 10 anos, uma trajetória de contribuições decisivas para a valorização do universo cultural brasileiro ao revelar a inventividade e ousadia de artistas brasileiros e internacionais, desde o século XVIII até a contemporaneidade.

Desde 2009, o Museu Afro Brasil, é uma instituição pública, vinculada à Secretaria de Estado da Cultura de São Paulo, que administrado pela Associação Museu Afro Brasil – Organização Social de Cultura, é subordinado ao Governo do Estado de São Paulo.

 

MUSEU AFRO BRASIL 
AV. PEDRO ÁLVARES CABRAL | PARQUE IBIRAPUERA | PORTÃO 10
04094 050 | SÃO PAULO/SP | BRASIL | FONE 55 11 3320 8900

Comentários (0) e Compartilhar

Aula Passeio - Parque do Ibirapuera - Aventura Ambiental

Publicado em 09/10/2018 às 18h43

O ser humano precisa da natureza para viver; preservá-la, portanto, é sua obrigação. Por isso, a Secretaria do Verde e do Meio Ambiente (SVMA), por meio da Universidade Aberta do Meio Ambiente e Cultura de Paz (UMAPAZ), promove regularmente o programa ‘’Aventura Ambiental’’, um instrumento de Educação Ambiental realizado no Parque Ibirapuera para sensibilizar os participantes quanto à necessidade de preservação.

O início do aprendizado acontece em uma sala ambientada com carpoteca, local destinado ao armazenamento de uma coleção dinâmica, com frutos e sementes devidamente conservados. Em seguida, a proposta é fazer uma interação com animais e apreciar o canto das aves. Só então ocorre a visita monitorada, quando crianças, adolescentes e adultos de todas as regiões da cidade podem refletir sobre como enfrentar os desafios socioambientais do cotidiano por meio da observação da natureza.

Durante o percurso, os participantes conhecem o histórico do parque e da região e são informados sobre algumas curiosidades da fauna e da flora e a inter-relação na teia alimentar do espaço. Dinâmicas interativas ajudam o público a refletir sobre a relação do homem com a natureza. Para participar, o interessado deve preencher um formulário (disponível no site) e enviá-lo por e-mail para aventuraambientalumapaz@prefeitura.sp.gov.br. O passeio acontece às terças, quartas e quintas, pela manhã (das 9h às 11h30) ou à tarde (das 14h às 16h30). O ponto de encontro é a sede da UMAPAZ (av. IV Centenário, 1268). Como a atividade é feita ao ar livre, é aconselhável o uso de tênis, protetor solar e garrafa de água.

Comentários (0) e Compartilhar

Desenho de Observação

Publicado em 09/10/2018 às 18h34

Ainda dentro da temática africana do nosso Projeto Etnia, realizamos essa pintura como desenho de observação. Ao observar a imagem, as crianças fizeram alguns relatos interessantes que compartilho aqui:

- Porque o chão é laranja?

- E o céu?

- É uma casa pra cada mulher?

- Porque a árvore não tem folhas?

É importante dar voz e vez às crianças quando elas observam algo diferente e verificar suas idéias e planos. 

Comentários (0) e Compartilhar

Visita e apresentação a CCSJ

Publicado em 09/10/2018 às 18h26

Fizemos uma visita muito especial aos nosso vizinhos da CCSJ - Centro de Convivência São Joaquim - no dia do idoso! As crianças fizeram a mesma dança da festa junina (Casa do Zé) e distribuiriam sorrisos e abraços aos velhinhos e velhinhas que diariamente frequentam o Centro. Uma lição de amor! 

Comentários (0) e Compartilhar

Vasos Africanos

Publicado em 09/10/2018 às 18h21

A arte africana representa os usos e costumes das tribos africanas. O objeto de arte é funcional e expressam muita sensibilidade. Nas pinturas, assim como nas esculturas, a presença da figura humana identifica a preocupação com os valores étnicos, morais e religiosos. Aqui, as crianças vivenciaram a criação de vasos africanos inspirados na imagem a seguir. 

Comentários (0) e Compartilhar

Quebra-Cabeça

Publicado em 02/09/2018 às 16h11

No processo de formação educacional e cognitiva de uma criança, percebe-se a importância dos quebra-cabeças no desenvolvimento físico, neurológico, psicomotor, capacidade de concentração, noção espacial, percepção visual e aumento de conhecimento sobre diversos assuntos. 

Sendo assim, ele está presente em nossa rotina, de 2 a 3 vezes ao mês! E as crianças adoram!

Comentários (0) e Compartilhar

Conselho Mirim

Publicado em 02/09/2018 às 16h06

A diretora Margareth esteve no 6A na última semana para nos contar o que será feito com o dinheiro arrecadado na Festa Junina: vamos pintar o chão do pátio! 

Mais do que apenas comunicar as crianças, a diretora mostrou opções do que pode ser desenhado e ainda escutou as idéias das crianças para os espaços. Em seguida, as crianças receberam uma cédula para que pudessem votar na brincadeira que mais gostaram para ser desenhada. Entre as opções estavam: amarelinha, caracol, campo de futebol, pista de corrida, twister, e labirinto! 

O resultado será divulgado em breve! 

Comentários (0) e Compartilhar

Boi Bumbá

Publicado em 02/09/2018 às 15h58

A proposta de falar sobre o Boi Bumbá partiu da Professora Tânia que, juntamente com sua turma do 6B, nos convidou para assistir um teatro de fantoches que contava a tão famosa história de Dona Catirina que queria comer a língua do famoso Boi! As crianças adoraram e partimos mais fundo nessa história! Ao som de Gonzaguinha, pesquisamos essa famosa história do Folclore Brasileiro! Descobrimos que embora tenha maior representatividade nas culturas das regiões Norte e Nordeste, atualmente podemos encontrar essa manifestação cultural em todas as partes do Brasil. Além disso, em 2012, o Bumba Meu Boi foi incluído na lista de Patrimônio Cultural do Brasil pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional! Muito legal, né?! Para celebrar nossas descobertas, confeccionamos o nosso próprio boi com caixa de papelão e de leite, decoramos tal e qual as festas que assistimos no vídeo e dançamos no pátio! Muito divertida essa vivência e muito importante esse resgate da nossa Cultura! 


Comentários (0) e Compartilhar

left show tsN fwR fsN|left fwR tsN|left show fwR tsN|bds b05|||news c05|fsN fwR normalcase c05 tsN|b01 c05 bsd|login news fwR normalcase c05|tsN fwR c05 normalcase|normalcase fwR c05|content-inner||