EducaPX SitePX AWS Contraste Aumentar/Diminuir a fonte

Conheça a EMEI

 

A EMEI Dep. Salomão Jorge é uma Instituição Pública da Rede Municipal de Ensino de São Paulo. Pertence à Diretoria Regional de Educação do Campo Limpo, está situada à Rua Bacabinha, n.º 200, Jd. São Joaquim, Distrito do Jardim São Luiz, CEP 04962-000, São Paulo, SP.

 

A instituição foi criada pelo decreto n° 33.690 de 29/09/1993, com início de funcionamento em 18/10/1993. Portaria de aprovação do Regimento Escolar nº 9 de 19/02/1999. Atende atualmente 490 alunos matriculados, sendo 245 no turno da manhã e 245 no turno da tarde e funcionamento das 07:00h às 19:00h. Sua estrutura física é composta por 7 salas de aula; 1 parque infantil; 1 pátio interno e externo; 1 secretaria; 1 sala de diretor; 1 sala de coordenador pedagógico; 1 sala de professores; 12 sanitários para alunos, 7 sanitários para funcionários; 1 cozinha com despensa; 1 laboratório de informática; 1 copa para atender funcionários e colaboradores terceirizados em horário de descanso/refeições; 1casa de máquinas; 1 estacionamento; 1 depósito para produtos de limpeza; 1 almoxarifado e 1 área de serviço.

 

Está localizada no extremo sul da zona sul, em área de mananciais, com moradias e comércios. Existia neste local uma quadra, que era utilizada pela comunidade da região para diversas atividades, como: festas e prática de esportes. A EMEI “JARDIM SÃO JOAQUIM” foi inaugurada em outubro de 1993, com duas salas funcionando em dois turnos de quatro horas.

Poucos dias depois, passou a chamar-se através de Decreto nº 33.718 de 13/10/1993, assinado pelo então Prefeito Paulo Salim Maluf, E.M.E.I. “Deputado Salomão Jorge”.

Em 1994, o número de salas em funcionamento foi ampliado para seis, da mesma forma que o tempo de permanência foi acrescido para seis horas, em dois turnos. Com o aumento da demanda, em 1997, a EMEI passou a atender em três turnos, com dezoito salas, seis por turno. A Escola chegou a atender, cerca de 720 alunos, por ano.

Em 2010, a Escola voltou atender em dois turnos de seis horas, com sete salas de aula por turno. Cada sala de aula tem, em média, 35 alunos. Atualmente, a E.M.E.I. Deputado Salomão Jorge tem 490 alunos matriculados, sendo 245 no turno da manhã e 245 no turno da tarde.

Atualmente no entorno da escola é composto por uma variada oferta de comércio local como supermercados, farmácias bares, lojas de material de construção e também de equipamentos sociais como UBS, escolas, creches e telecentros.

 

  BIOGRAFIA DO PATRONO DA ESCOLA

 

Salomão Pedro Jorge, conhecido por nós como Salomão Jorge, de origem árabe (pai sírio e mãe libanesa), nasceu em Petrópolis, cidade do Estado do Rio de Janeiro em 06/07/1902. Nesta cidade, passou a infância e adolescência apreciando a literatura, principalmente a poesia e a política. Foi um homem democrático, sincero, crítico, agradável e muito carismático.

Iniciou seus estudos no Colégio São Vicente de Paula, onde hoje funciona o Museu Imperial de Petrópolis. Lá, fez o primeiro e segundo grau. Como desde, muito jovem, escrevia livros em versos e prosa, tornou-se membro da Academia Petropolitana de Letras, entidade que ajudou a fundar.

Estudou Medicina em Petrópolis e se formou médico com especialização em Psiquiatria. Iniciou carreira política como vereador e presidente da Câmara Municipal.

Aos vinte e sete anos casa-se com a amazonense Albertina Pantoja Alves e tiveram quatro filhos: Emília, Rui, Jacques e Fernando Pedro Jorge (historiador e jornalista).

Em 1936, veio para São Paulo e deu continuidade a sua carreira política. Foi eleito Deputado Estadual em 1947, com 3.085 votos. Embora não tenha sido o mais votado, foi líder de governo na Assembléia Legislativa, na época do Governador Adhemar de Barros.

Com a política no sangue, deixou de clinicar para dedicar-se exclusivamente à política. Segundo Auro de Moura Andrade, ele salvou São Paulo da intervenção Federal, na gestão do presidente Eurico Gaspar Dutra, pois levantou a opinião pública contra essa medida.

Sempre teve paixão pela oratória, foi considerado um poeta da escola Parnasiana junto com Olavo Bilac. Escreveu em poesia os seguintes livros: Arabescos; Tendas do meu deserto; Porta do Céu. O seu poema “A Voz da Árvore” foi muito recitado nas escolas durante o governo do Presidente Getúlio Vargas.

Em prosa, escreveu: Tudo pelo Brasil; O Diabo Celebra a Missa e A Estética da Morte, que nasceu de uma conferência na Faculdade de Direito de São Paulo, no largo São Francisco.

Salomão Jorge destacou-se como médico, político, orador, poeta, conferencista, escritor e jornalista; escreveu para Jornais como O Estado de São Paulo e O Diário de São Paulo, demonstrando sua versatilidade em várias áreas de conhecimento. Na vida particular, era dono de uma das ricas bibliotecas do Brasil, demonstrando ter grande cultura.

Faleceu aos 89 anos, na cidade de São Paulo, em 08/02/1991.

Comentários

Prof Juliana em 14/05/2017 19:09:05
Ainda não tinha visto o site! Adorei!!!
Estou feliz por fazer parte de um pedacinho da história! Parabéns a todos!
tatiana de jesus braga em 01/06/2016 19:35:36
quero parabenizar a toda equipe da emei salomao jorge estao de parabens as criancas sao bem cuidadas as professoras diretores etc super educados anteciosos minha filha o pouco tempo qui ficou ai ja sabe escrever ler um pouco estao de parabens todos

Enviar comentário

left show tsN fwR fsN|left fwR tsN|left show fwR tsN|bds b05|||news c05|fsN fwR normalcase c05 tsN|b01 c05 bsd|login news fwR normalcase c05|tsN fwR c05 normalcase|normalcase fwR c05|content-inner||